Surto de sarampo deixa população em alerta

 

 

Em 2016, o Brasil recebeu o certificado de eliminação da circulação do vírus sarampo em território nacional. Fato que ocasionou a diminuição da busca pela imunização nos postos de vacinação. Atualmente, após o retorno da doença ao país em 2018, os estados de São Paulo e Rio de Janeiro enfrentam um surto do vírus. Situação que preocupa a população dos municípios e estados vizinhos.

 

O sarampo é uma doença infecto contagiosa, transmitida através de secreções produzidas nas vias respiratórias. O vírus entra em contato com outros indivíduos por meio de espirros, tosse e até mesmo beijo. O grupo de maior risco é caracterizado por crianças e adultos com até 39 anos. As crianças necessitam de maior cuidado devido à fragilidade do sistema imunológico ainda em formação.

Dentre os sintomas da doença estão:

– Febre alta;

– Manchas avermelhadas;

– Tosse;

– Irritação nos olhos.

 

Vacinação

A vacina da tríplice viral está disponível nos postos do Sistema Único de Saúde. É considerada a maneira mais eficaz de prevenção contra a doença, protegendo também contra caxumba e rubéola, deve ser aplicada aos 12 meses de vida. A tetra viral administrada como reforço aos 15 meses ainda protege contra a catapora.  Pessoas de 10 a 29 anos, que não tomaram a vacina quando crianças, precisam receber duas doses da tríplice viral. Na faixa etária de 30 a 49 anos, a dose é única.